quinta-feira, 18 de abril de 2019

Empate na primeira partida da final


 
ABC e América empataram sem gols na 1ª partida da final do Campeonato Potiguar nesta quarta-feira(17) no estádio Frasqueirão. O jogo foi marcado pelas poucas oportunidades de gol. A principal delas aconteceu no último lance da partida, quando Anderson entrou sozinho na área e Ewerton fez uma grande defesa. A decisão agora se transfere para a próxima quarta-feira, na Arena das Dunas, às 21h30. Quem vencer, será o campeão e se houver empate será através dos pênaltis o campeão potiguar de 2019

ASSU fará comemoração pelo título de 2009


Torcedores, colaboradores, ex-diretores e ex-jogadores estarão realizando um grande evento festivo e esportivo no próximo dia 04 de maio para comemorar e relembrar os 10 anos do título de Campeão Estadual, um feito inédito conquistado pelo time do ASSU em maio de 2009, entrando assim para a seleta galeria dos Campeões Estaduais do RN. Pelo menos duas reuniões já foram realizadas com esse intuito nas dependências da Princesa FM 90,9, emissora que sempre teve uma identificação com o futebol Assuense, desde a época do Campo do JK passando pelo mutirão para construção do Edgarzão, torneios de futsal na AABB e no Ginásio Arnóbio Abreu, e principalmente acompanhando o Camaleão do Vale desde a sua fundação. A ideia da comissão que está a frente da organização, é que se realize um jogo dos Campeões 2009 com colaboradores a tarde no Edgarzão, e depois um momento festivo a noite com todos, em um ambiente que ainda será escolhido em comum acordo.

 

domingo, 14 de abril de 2019

Taça do Campeão 2019




Divulgação / Assessoria

 
Um dos cartões postais da cidade do Natal serviu como inspiração para a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) homenagear o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte como o troféu do vencedor do Campeonato Potiguar 2019. A obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer com a colaboração de Ana Niemeyer e Jair Varela, em 2006, é um dos principais pontos de preservação da mata atlântica no estado, sendo uma Zona de Proteção Ambiental.
A taça será entregue ao campeão Estadual deste ano, em decisão realizada com o Clássico Rei entre ABC e América. Os jogos serão realizados nos dias 17 e 24 de abril, no Estádio Frasqueirão e na Arena das Dunas, com transmissão da Inter TV RN para todo o Rio Grande do Norte.
Nesta segunda-feira, 15, estiveram no Palácio Felipe Camarão em reunião com prefeito de Natal, Álvaro Dias, o presidente da Câmara Municipal de Natal, Paulinho Freire; o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo da Silva; o presidente do ABC Futebol Clube, Fernando Suassuna; o presidente do conselho deliberativo do América Futebol Clube, José Vasconcelos da Rocha; e o diretor comercial do América, Ricardo Valério. Na oportunidade, foi apresentado o troféu e solicitado reforço no transporte público nos dias da decisão, prontamente atendido pela Prefeitura. Além disso, foi firmada a parceria para o tour da taça do campeonato por escolas da rede municipal de educação, com a presença do mascote Cajulino e de sorteio de ingressos.
“Mantivemos a tradição de fazer troféus temáticos. Já fizemos com a Fortaleza dos Reis Magos, o Cajueiro de Pirangi, o Farol de Mãe Luiza, a Arena das Dunas, o Estádio Juvenal Lamartine, e agora o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte. É uma forma de aproximar o futebol da nossa história, de um patrimônio, do dia a dia da sociedade”, conta José Vanildo, presidente da FNF.
Sobre o Parque da Cidade
O Parque da Cidade foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer com a colaboração de Ana Niemeyer e Jair Varela, com início da obra no final do ano de 2006. O parque, além de ser uma primeira experiência de gestão em Zona de Proteção Ambiental (ZPA), desempenha a função de espaço destinado ao lazer ecológico, cultural e equipamento estratégico de promoção da educação ambiental, ocupando uma área total 136,54 hectares, que abrange os bairros de Pitimbu, Candelária e Cidade Nova.
Em homenagem a Dom Nivaldo Monte, administrador Apostólico de Natal, que era um homem da terra, amante da natureza, dedicado à botânica e que deixou como herança um admirável exemplo de vida, por seu apostolado em nome da paz, o Parque da Cidade do Natal recebeu seu nome. Dom Nivaldo foi fundador da Escola de Serviço Social de Natal, a segunda do Nordeste, além de professor, escritor e membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras.
A importância do Parque se dá por sua relevância ecológica, sendo responsável pela manutenção dos processos ecológicos e pela proteção integral da área que é uma das principais fontes de recarga do aquífero de Natal (cerca de 70% do abastecimento de água da cidade provém do subsolo), considerado um dos poucos reservatórios naturais ainda não contaminados em Natal.

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Enroscado em seus erros Potiguar toma prejuízo


O Potiguar de Mossoró, mesmo com boa campanha em campo no Estadual 2019, perde um faturamento incomum para seus padrões: ficará de fora da Copa do Brasil-2020, onde ganharia por apenas um jogo a cota de R$ 525 mil. Foi determinante para esse prejuízo homérico, a escalação de um jogador amador de 15 anos de idade, Sávio Elielton Andrade Abreu, na estreia do time no Estádio Nogueirão no dia 9 de janeiro deste ano, quando venceu o Palmeira de Goianinha por 2 x 0. Sávio não chegou a jogar, mas esteve disponível no banco. Sendo de menor, ensejou que o alvirrubro local perdesse seis pontos - abrindo brecha para que o Globo de Ceará-mirim ganhasse a vaga. Nos bastidores, a informação é de que houve mistura de amadorismo (desconhecimento basilar das normas da competição) com favorecimento particular ao atleta amador, por influência externa. Sua inclusão no banco seria importante para se trabalhar projeção de currículo e levá-lo a outro patamar. A verdade, é que na base, o próprio Sávio não era titular.
O Potiguar ao perder para o América em casa na última quarta-feira (10) acabou jogando fora também a última chance de garantir esse salto para a Copa do Brasil em 2020, onde estivera em 2014 pela última vez. Em 2014, participante da Copa do Nordeste, também foi punido porque "não sabia" da escalação irregular do goleiro Laênio, que tinha sido expulso numa competição nacional de 2012 (Série-C), atuando pelo Cuiabá do Mato Grosso. Tomou prejuízo também.

segunda-feira, 18 de março de 2019

Sport volta para Copa Nordeste


Passada a crise de soberba, o Sport definiu que quer a Copa do Nordeste de 2020, depois de dois anos de afastamento da maior competição regional do país.
O ex-presidente Arnaldo de Barros cometeu um erro histórico ao abrir mão da competição regional, e sinceramente a alegação do cartola de que a Copa do Nordeste  não representava retorno financeiro foi uma verdadeira aberração.
 
Milton Bivar corrige a distorção, não sei se por convicção ou por necessidade, já que o Sport caiu para a Série B e já está fora do Copa do Nordeste.Nenhum time de futebol da região pode abrir mão da Copa do Nordeste, que garante calendário, retorno financeiro absurdo e status.
F: blog do marcoslopes

Ultima rodada do returno será alterada

A FNF vai mudar a data da última rodada do segundo turno do Estadual, marcada para o dia 3 de abril, já que neste mesmo dia, o ABC joga no estádio Frasqueirão contra o Santa Cruz pernambucano, pela Copa do Brasil e a competição nacional tem prioridade. O jogo da volta no Arruda, será no dia 10.

Departamento técnico da federação define nos próximos dias a nova data, já que todos os jogos estão ligados e devem ser disputados no mesmo dia e horário.

sexta-feira, 1 de março de 2019

Serie D 2019 definida


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na última  sexta-feira a tabela básica de jogos e os grupos da Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. A competição repete a fórmula de temporadas anteriores, com seis fases, e quatro clubes garantindo o acesso para a terceira divisão de 2020. Na primeira fase, os 68 clubes formarão 17 grupos com quatro clubes cada.
A competição começa no dia 4 de maio e tem final prevista para 18 de agosto. A Série D não terá interrupções durante as partidas da Copa América no Brasil. Em 2019, Tupi, Salgueiro, Joinville e Juazeirense, rebaixados da Série C do ano passado, vão disputar a Quarta Divisão. 
 
Grupos dos Clubes do RN:
 Grupo A4
Floresta-CE
Bragantino-PA
River-PI
Santa Cruz-RN 

 Grupo A6
Bahia de Feira (BA)
Serrano (PB)
América-PE
América-RN 

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Centenario de Parelhas se profissionaliza

O Centenário Esporte Clube de Parelhas/RN terá a coordenação do então presidente Jean Lima Pinheiro.
Parelhas vai voltar a ter representante no futebol profissional depois de 08 anos. Com a recente refiliação do clube perante a FNF (Federação Norte Rio Grandense de Futebol) e CBF (Confederação Brasileira de Futebol), volta a disputar os campeonatos organizados por essas instituições.

Com um projeto ambicioso a nova diretoria pretende transformar o clube em Clube Empresa, modernizando assim o clube.
No mês de fevereiro de 2019, o clube teve seu registro oficialmente aceito e agora é só esperar a convocação para participar do conselho técnico que define o formato de disputa da segunda divisão.
Além do futebol profissional, o Centenário de Parelhas estará disputando as categorias Sub-17 e Sub-19 no Campeonato Estadual.
"Parelhas tem um potencial enorme e já revelou vários talentos, entre eles Didi Ex-Corinthians, não ter equipe profissional, é um absurdo esta lacuna. Vamos voltar com um clube tradicional, que carrega o nome da cidade, em trabalho a médio e longo prazo, para solidificar o projeto". Palavras de Alexandre (Lê Souza Vice-presidente).
Fonte:Blog do Toscano Neto

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Campanha do ABC, campão do 1º turno


A campanha do Alvinegro, campeão do  no 1º Turno do Campeonato Potiguar de 2019. Confira  jogo a jogo: 

Fase Classificatória

 
09 de janeiro – ABC 1x0 Globo – gol de Rodrigo Rodrigues. 3.791 pagantes. Jogo realizado no estádio Frasqueirão, em Natal.

 
12 de janeiro – Palmeira 2x1 ABC – gols de Artur e Netinho para o Palmeira; Neto para o ABC. 1.429 pagantes. Jogo realizado no estádio Nazarenão, em Goianinha.

 
20 de janeiro – ABC 3x0 América – gols de Eder, Xavier e Rodrigo Rodrigues. 6.531 pagantes. Jogo realizado no estádio Frasqueirão, em Natal.

 
23 de janeiro – ASSU 2x3 ABC – gols de Jânio Daniel e Nanin Cearense para o ASSU; Rodrigo Rodrigues (2) e Anderson Pedra para o ABC. 514 pagantes. Jogo realizado no estádio Edgarzão, em Açu.

 
30 de janeiro – ABC 1x0 Santa Cruz de Natal – gol de Xavier. Arbitragem de Leandro de Sales Barchz; renda bruta de R$ 26.010,00 para 2.166 pagantes. Jogo realizado no estádio Frasqueirão, em Natal.

 
06 de fevereiro – Potiguar de Mossoró 3x2 ABC – gols de Jefinho (2) e Vinícius para o Potiguar; Neto e Xavier para o ABC. 515 pagantes. Jogo realizado no estádio Nogueirão, em Mossoró.

 
10 de fevereiro – ABC 0x0 Força e Luz. 1.227 pagantes. Jogo realizado no estádio Frasqueirão, em Natal.

 
Final
 

20 de fevereiro – América 1x2 ABC – gols de Hiltinho para o América; Rodrigo Rodrigues e Ivan para o ABC. 18.573 pagantes. Jogo realizado no estádio Arena das Dunas, em Natal.

pontos – 16
Jogos – 08
Vitórias – 05
Empates – 01
Derrotas – 02
Aproveitamento – 66,67%
Gols marcados – 13
Gols sofridos – 07
Saldo positivo – 05

 
f: blog do trindade

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

ABC campeao




O ABC venceu o América por 2 a 1 na Arena das Dunas e conquistou o título do primeiro turno do Campeonato Potiguar, a Copa Cidade do Natal. Foi de virada depois de sair perdendo aos 30 segundos de jogo com um gol de bicicleta de Hiltinho. Dois minutos depois com Rodrigo Rodrigues empatou  e o placar ficou no empate com o titulo indo para o américa ate aos 36 da etapa final quando Ivan marcou para dar o título ao ABC. 
O publico foi de mais de 18 mil com uma grande festa da torcida do América que era o andante do jogo. O ABC esta classificado para final do estadual e Copa do Brasil de 2020.
 
.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

FNF define calendarios de competições


Em reunião realizada no auditório da entidade nesta terça-feira (5), a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) definiu o calendário dos campeonatos amadores de 2019, entre elas as competições sub-15, sub-17 e sub-19.

A competição sub-15 será a primeira a acontecer, com previsão de início para 16 de março com jogos no Estádio Juvenal Lamartine, mando de campo da FNF. Já o sub-17 vai de maio até junho. O sub-19, competição classificatória da Copa São Paulo de Futebol Júnior, vai ser disputada entre julho e agosto.

“Serão marcadas reuniões para definir os clubes participantes. As inscrições do Sub-15 já estão abertas, as demais categorias ainda irão ser marcadas durante o ano de 2019”, disse o diretor técnico da competição, José da Costa Neto (Costinha).

Fonte:FNF

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Premiações da Copa do Brasil 2019


A Copa do Brasil passou a pagar uma ótima premiação desde o ano passado quando o Cruzeiro embolsou R$ 50 milhões pelo título. Para 2019, a CBF aumentou a premiação e o campeão, se vier da primeira fase totalizará R$ 70 milhões. O vice campeão vai levar R$ 39 milhões. A competição que começará dia 5 de fevereiro e terá suas finais nos dias 4 e 11 de setembro, já tem 11 clubes que entrarão nas oitavas de final já com cotas de R$ 2,5 milhões. Nesta fase entram: Cruzeiro, Galo, Palmeiras, Internacional, Grêmio, São Paulo, Athetico/PR e Flamengo que estão na Libertadores e mais o Fortaleza, campeão da Série B e Sampaio Corrêa e Paysandu campeões das copas do Nordeste e Verde. Na primeira fase os 15 melhores do ranking da CBF receberão R$ 1.050.000,00 e R$ 1.250.000,00 na segunda. São eles, Santos, Corinthians, Chapecoense, Fluminense, Botafogo,Vasco da Gama e Bahia. Da Série A, Ceará, CSA, Goiás e Avaí receberão R$ 920 mil e R$ 990 mil respectivamente. Os demais clubes das séries B, C, D e classificados pelas federações vão ganhar na primeira fase R$ 525 mil e R$ 625 mil passando para segunda fase. A partir da terceira fase as cotas são iguais para todos os participantes e renda do mandante.
Terceira fase: R$ 1.450.000,00
Quarta fase: R$ 1. 900.000,00
Oitavas de final : R$ 2.500.000,00

Quarta de final: R$ 3.150.000,00
Semi finais: R$ 6.700.000,00
Campeão: R$ 52.000.000,00
Vice: R$ 21.000.000,00
Se o campeão vier da primeira fase, sendo do grupo dos 15 melhores do ranking da CBF deverá R$ 70 milhões, se for vice R$ 39 milhões. Se o campeão vier das oitavas de final, clubes da Libertadores e copas Verde ou Nordeste e campeão da série B, embolsará de prêmio total R$ 64.350.000,00. Se for vice R$ 33.350.000,00.

 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Histórico dos jogos entre ASSU e Potiguar de Mossoró


Sem o Baraúnas na competição já que foi rebaixado no ano passado, Potiguar de Mossoró e ASSU fazem o único clássico do interior no Campeonato Potiguar 2019. O site do Resenha News FC fez uma pesquisa e mostra todos os confrontos envolvendo as duas equipes desde 2002, ano em que o Camaleão do Vale começou a disputar o Estadual. Em toda a história do confronto tivemos 32 partidas realizadas entre as equipes, o ASSU obteve 13 vitórias, o Potiguar também 13 vitórias e aconteceram 6 empates. Isso mostra um grande equilíbrio entre os confrontos envolvendo ambas equipes, certamente um aperitivo a mais para que o jogo do próximo domingo seja ainda mais emocionante. A maior goleada do confronto foi em 2006 quando o Potiguar venceu pelo placar de 8 a 0, a maior diferença de gols aplicada pelo ASSU foi em 2005, quando venceu por 4 a 0. No total o ASSU fez 41 gols e o Potiguar balançou as redes 50 vezes. Em 2018, o ASSU não perdeu nenhuma partida contra o clube mossoroense, com isso está invicto há pouco mais de um ano. Jogando em Assú, o Potiguar não perde desde 2013. Confira todos os resultados:

24/02/2002 - ASSU 1X2 POTIGUAR

24/03/2002 - POTIGUAR 5X1 ASSU

08/02/2004 - ASSU 3X3 POTIGUAR

07/03/2004 - POTIGUAR 5X0 ASSU

12/03/2005 - POTIGUAR 1X2 ASSU

17/04/2005 - ASSU 2X0 POTIGUAR

24/04/2005 - POTIGUAR 1X1 ASSU

30/04/2005 - ASSU 4X0 POTIGUAR

08/02/2006 - ASSU 3X2 POTIGUAR

07/06/2006 - ASSU 1X1 POTIGUAR

11/06/2006 - POTIGUAR 8X0 ASSU

25/02/2007 - POTIGUAR 1X0 ASSU

28/03/2007 - POTIGUAR 0X0 ASSU

01/04/2007 - ASSU 0X1 POTIGUAR

20/02/2008 - POTIGUAR 2X1 ASSU

19/02/2009 - POTIGUAR 1X3 ASSU

28/02/2010 - POTIGUAR 0X2 ASSU

11/04/2010 - ASSU 1X0 POTIGUAR

13/03/2011 - POTIGUAR 0X1 ASSU

27/04/2011 - ASSU 2X5 POTIGUAR

22/01/2012 - POTIGUAR 1X2 ASSU

11/03/2012 - ASSU 1X0 POTIGUAR

20/01/2013 - POTIGUAR 1X2 ASSU

17/02/2013 - ASSU 0X1 POTIGUAR

10/03/2013 - ASSU 1X0 POTIGUAR

14/04/2013 - POTIGUAR 1X0 ASSU

27/03/2016 - ASSU 0X1 POTIGUAR

03/02/2016 - POTIGUAR 1X1 ASSU

15/01/2017 - ASSU 1X2 POTIGUAR

09/03/2017 - POTIGUAR 2X0 ASSU

14/01/2018 - POTIGUAR 1X4 ASSU

21/02/2018 - ASSU 1X1 POTIGUAR

No  (20/01), ASSU e Potiguar voltam a se enfrentar no Edgarzão às 16h e teve empate em 0x0.
 
 

Fonte: Welleson Almeida

domingo, 13 de janeiro de 2019

Primeira rodada do Estadual 2019 teve crescimento de 70% de público pagante em relação a 2018


A Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF) divulgou nesta sexta-feira, 11, que a primeira rodada do Campeonato Estadual 2019 teve crescimento de 70,68% em comparação com a média de 2018.
As informações são da assessoria de comunicação da FNF. Nos quatro jogos realizados nas cidades de Natal, Mossoró e Assu, a média de público pagante foi de 1.965 torcedores. No ano passado a média foi de 1.150 pessoas. O total arrecadado nos jogos disputados na quarta-feira, 9, e quinta-feira, 10, foi de R$ 139.625,00. A rodada inaugural começou na quarta-feira. No Frasqueirão, o ABC venceu o Globo FC, por 1 a 0, com público de 3.093 torcedores, gerando uma renda de R$ 54.915,00. No mesmo dia, em Mossoró, o Potiguar derrotou o Palmeira, por 2 a 0, com um público de 841 torcedores, para uma renda R$ 15.740,00. Na quinta (10), o América-RN venceu o Santa Cruz, por 1 a 0, na Arena das Dunas. A partida teve a presença de 3.222 pagantes, convertida em uma renda de R$ 60.900,00.
Já em Assú, o Camaleão empatou com o Força e Luz, por 1 a 1, e 707 torcedores estiveram no Estádio Edgarzão, com renda de R$ 8.070,00. A rodada fechou com total de 7.863 espectadores pagantes e renda de R$ 139.625,00. “Começar o Campeonato Potiguar 2019 com quase o dobro de torcedores nos estádios, prestigiando seus clubes, é algo muito bom para esse novo momento. A experiência da torcida perto de seu ídolo, de seu clube, com seus amigos, com a família, vai gerar cada vez mais receita para clubes e serviços que podem e são oferecidos nesse contato mais próximo. Espero que esses dados possam consolidar cada vez mais e proporcionar mais arrecadação aos filiados”, afirma o presidente da FNF, José Vanildo.

 
Fonte: fnf

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Os tecnicos do Estadual

COnfira os técnicos do Potiguar 2019

Ranielle Ribeiro (ABC)

Ranielle Ribeiro, de 39 anos, inicia o estadual com o mérito de ser o atual campeão e o único, entre os oito treinadores iniciantes no certame, que já conquistou o Campeonato Potiguar. No comando do próprio ABC, ele venceu o título de forma inconstestável em 2018 ao ganhar os dois turnos da competição, fato que não acontecia desde 2000 - isso na sua primeira competição como técnico efetivado. Ribeiro é também o técnico com mais tempo de casa entre os treinadores do estadual: comanda o ABC desde outubro de 2017, quando ainda era interino, e dava início à sua carreira como treinador. Em 2019, Ranielle Ribeiro tenta conquistar o seu bicampeonato seguido (o tetra do ABC), mas terá um elenco completamente reformulado e precisará reconquistar a confiança da torcida depois de não ter conseguido o acesso na Série C deste ano.

 

 

Luizinho Lopes (América-RN)

Vice-campeão potiguar de 2017 no comando do Globo FC, Luizinho Lopes, de 36 anos, tenta o seu primeiro título estadual como treinador na carreira. E se acolhe nessa missão num lugar que conhece bem, já que foi revelado pelo América-RN quando iniciava a carreira como jogador. Depois de uma experiência de altos e baixos no Confiança, ele tenta se provar no Alvirrubro, que busca reconquistar o estadual após três anos. O treinador terá a seu favor, dessa vez, um elenco que, ao lado do ABC, é visto como um dos favoritos ao título, mas precisará conviver com uma pressão bem maior do que nos tempos da Águia de Ceará-Mirim, onde fez um trabalho sólido e supreendente. Com a chance num dos grandes do estado, Luizinho tem a possibilidade de dar um passo a mais na carreira com um título estadual.

 

 

Luizinho Lopes, ao centro, tem chance em grande do estado para buscar título — Foto: Canindé Pereira/América FC

Júlio Terceiro (Assu)

Júlio Terceiro, de 35 anos, assumiu como técnico interino o Santa Cruz de Natal, em 2017, e o América-RN neste ano. Agora, ele comandará de forma efetiva pela primeira vez um time no Campeonato Potiguar. O Assu, inclusive, foi quem lhe deu a primeira chance como treinador: ele dirigiu o Camaleão do Vale na Série D deste ano e, apesar de não ter passado da fase de grupos, recebeu um voto de confiança da diretoria para seguir no clube. Terceiro terá um elenco modesto para tentar provar seu valor neste estadual.

 

Peu Santos (Força e Luz)

O alagoano Peu Santos, de 58 anos, é o único entre os oito treinadores que estreia no futebol potiguar neste ano. Ex-jogador campeão mundial, da Libertadores e do Brasileiro pelo Flamengo, ele nunca teve trabalhos reconhecidos como técnico e dirigiu, em sua maioria, clubes de pouca expressão. Com o Força e Luz, ele tem um desafio grande no Campeonato Potiguar, já que dirige uma das equipes com menor nível de investimento da competição.

 

 

Higor César (Globo FC)

Higor César surgiu no Globo FC, em 2014, com um vice-campeonato estadual no primeiro ano do clube na elite e criou uma grande expectativa sobre ele. Depois de rodar, retornou à Águia no ano passado e conseguiu evitar o rebaixamento na Série C. Mantido no cargo, terá um grupo bem reformulado e uma queda nos investimentos no futebol para lidar nesta temporada, mas garante intenção de brigar no topo da tabela, já que, ainda assim, contará com um dos melhores elencos da competição. Depois de trabalhos mais modestos por Santa Cruz de Natal, Baraúnas e Força e Luz, Higor, de 36 anos, dá sinais de retomar uma carreira mais sólida. Bicampeão da segunda divisão do estadual, ele tenta quebrar a barreira da elite e levantar a taça do Campeonato Potiguar pela primeira vez.

 

 

Marcos Manoel (Palmeira-RN)

Marcos Manoel, de 41 anos, conhece o Palmeira-RN como poucos. Ele está há seis anos no clube, entre o time de base e o profissional e é uma espécie de aposta caseira. Mas desta vez chega credenciado por ter dirigido a equipe na maior conquista da história do clube - o título da segunda divisão estadual, neste ano. Com um elenco de veteranos, mas sem grandes investimentos, ele busca fazer um campeonato digno para também cravar o seu nome no cenário local.

 

 

Emanoel Sacramento (Potiguar de Mossoró)

A aposta em Emanoel Sacramento, de 50 anos, representa no Potiguar de Mossoró a manutenção do trabalho desta temporada, já que o treinador assumiu o clube durante o estadual e tirou a equipe da luta contra o rebaixamento. Essa será a quarta vez que ele comandará o clube de Mossoró. Com grande parte do seu currículo no futebol do Rio de Janeiro, em clubes como Tigres e Duque de Caxias, Sacramento ainda não fez um trabalho notável pelo Time Macho, fato que busca mudar em 2019. O ano, no entanto, não promete ser de grandes investimentos.

 

 

Fernando Tonet (Santa Cruz de Natal)

O Santa Cruz de Natal mantém a fórmula que deu certo em 2018 com o novo acordo com Fernando Tonet. O treinador de 48 anos tem se notabilizado por fazer campanhas surpreendentes no Campeonato Potiguar. Primeiro, levou o Alecrim à final do segundo turno do estadual de 2016. Neste ano, deu o terceiro lugar geral ao Santa Cruz de Natal, que valeu classificação para a Copa do Brasil e Série D. Fora do estado, também levou o Parnahyba a um vice-campeonato Piauiense. Apesar de contar com várias mudanças no elenco, o ano de 2019 pode servir como afirmação para o treinador, que soma bons trabalhos no Rio Grande do Norte, mas ainda não levantou uma taça.

 
fonte; globoesporte.com 

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Ranking de Treinadores 2018

A pesquisa leva em conta todos os jogos oficiais dos treinadores que dirigiram clubes das Séries A ou B nos últimos 12 meses. Cada vitória ou empate é pontuada de acordo com a dificuldade da competição e fase disputada. Títulos e objetivos na temporada também contam para que os “professores” subam de posições no ranking, que analisou o trabalho de 77 treinadores.


RANKING DOS TREINADORES

Confira a pontuação de cada um e entenda os critérios

Renato Gaúcho


270,1 pontos

Clube atual: Grêmio

Clube no período: Grêmio

Felipão


248,6 pontos

Clube atual: Palmeiras

Clube no período: Palmeiras

Mano Menezes


232,5 pontos

Clube atual: Cruzeiro

Clube no período: Cruzeiro

CLUBES NO
PERÍODO

CLUBE
ATUAL

PONTOS

NOME

Tiago Nunes


200,0

Athletico -PR

Athletico-PR

Odair Hellmann


153,9

Internacional

Internacional

Maurício Barbieri


144,2

Goiás, Flamengo e Desportiva-SP

Goiás

Roger Machado


138,1

Palmeiras

Sem clube

Zé Ricardo


131,4

Botafogo, Vasco

Botafogo

Fabio Carille


126,2

Corinthians

Corinthians

Thiago Larghi

10º

121,9

Atlético-MG

Sem clube

Enderson Moreira

11º

119,7

Bahia, América-MG

Bahia

Diego Aguirre

12º

119,3

São Paulo

Sem clube

Jair Ventura

13º

107,8

Santos, Corinthians

Sem clube

Rogério Ceni

14º

104,1

Fortaleza

Fortaleza

Alberto Valentim

15º

101,4

Vasco, Botafogo

Vasco

Marcelo Oliveira

16º

97,9

Fluminense

Sem clube

Vagner Mancini

17º

94,6

Vitória

Sem clube

Cuca

18º

92,4

Santos

Sem clube

Guto Ferreira

19º

90,6

Chapecoense, Bahia

Sem clube

Marcelo Cabo

20º

87,7

CSA, Resende

CSA

Dorival Júnior

21º

87,7

São Paulo e Flamengo

Sem clube

Roberto Fernandes

22º

87,4

Náutico, Santa Cruz, CRB

CRB

Marcelo Chamusca

23º

84,4

Ceará e Oeste

Vitória

Gilson Kleina

24º

83,5

Chapecoense, Ponte Preta

Sem clube

Milton Cruz

25º

83,0

Figueirense

Sport

Osmar Loss

26º

81,4

Corinthians

Guarani

Roberto Fonseca

27º

80,3

Caldense, Sampaio Corrêa e Londrina

Novorizontino

Claudinei Oliveira

28º

79,5

Avaí, Sport, Paraná e Chapecoense

Chapecoense

Carpegianni

29º

78,0

Flamengo e Vitória

Sem clube

Abel Braga

30º

77,2

Fluminense

Flamengo

Hemerson Maria

31º

76,3

Vila Nova

Figueirense

Lisca

32º

75,6

Criciúma e Ceará

Ceará

Ney Franco

33º

75,0

Goiás

Sem clube

Geninho

34º

70,7

Avaí

Avaí

Mazola Júnior

35º

67,0

CRB e Criciúma

Ponte Preta

Helio dos Anjos

36º

66,4

Goiás

Sem clube

Doriva

37º

56,4

Novorizontino, Ponte Preta e CRB

Criciúma

Dado Cavalcanti

38º

54,6

Paysandu e Paraná

Paraná

Rogério Zimmermann

39º

54,0

Joinville e Brasil-RS

Sem clube

Claudio Tencati

40º

53,1

Atlético-GO

Sem clube

João Brigatti

41º

53,1

Ponte Preta e Paysandu

Paysandu

Umberto Louzer

42º

52,1

Guarani

Vila Nova-GO

Eduardo Baptista

43º

51,6

Ponte Preta, Coritiba, Sport

Sem clube

Marquinhos Santos

44º

51,0

Paysandu, Londrina e São Bento

São Bento

Júnior Rocha

45º

50,4

Santa Cruz e CRB

Luverdense

Roberto Cavalo

46º

46,3

Oeste

Sem clube

Julinho Camargo

47º

45,1

Veranópolis, Juventude

Sem clube

Levir Culpi

48º

45,0

Atlético-MG

Atlético-MG

Milton Mendes

49º

45,0

Sport

Sport

Clemer

50º

44,4

Brasil-RS

Sem clube

Adilson Batista

51º

44,0

América-MG

Sem clube

Fernando Diniz

52º

44,0

Atlético-PR

Fluminense

Francisco Diá

53º

42,7

Sampaio Corrêa

Campinense

Paulo Roberto Santos

54º

40,9

São Bento e Sampaio Corrêa

Brasil-RS

Rogério Micale

55º

39,6

Paraná e Figueirense

Sem clube

Nelsinho Baptista

56º

35,5

Sport

Kashiwa Reysol-JAP

Luis Carlos Winck

57º

34,4

Caxias, Juventude

Juventude

Sandro Forner

58º

33,5

Coritiba

Auxiliar - São Paulo

André Jardine

59º

32,8

São Paulo

São Paulo

Jorginho

60º

32,5

Vasco e Ceará

Sem clube

Marcinho Guerreiro

61º

30,9

Moto Club, Imperatriz, Sampaio Corrêa

Sem clube

Argel Fucks

62º

28,2

Criciúma e Coritiba

Coritiba

Wagner Lopes

63º

25,5

Paraná e Atlético-GO

Atlético-GO

Sidney Moraes

64º

25,0

Boa Esporte

Sem clube

Oswaldo de Oliveira

65º

23,2

Atlético-MG

Urawa Reds-JAP

Gilmar Dal Pozzo

66º

19,8

Brasil-RS

Sem clube

Sérgio Soares

67º

18,5

Santo André, Londrina

Sem clube

Tcheco

68º

18,0

Coritiba

Sem clube

Antônio Carlos Zago

69º

16,8

Juventude

Red Bull Brasil

Flávio Araújo

70º

16,4

CSA, Treze

Sampaio Corrêa

Felipe Tigrão

71º

14,3

Botafogo, Macaé-RJ

Sem clube

Guilherme Alves

72º

13,7

Portuguesa e Paysandu

Sem clube

João Burse

73º

12,0

Vitória

Vitória Sub-23

Marcos Paquetá

74º

12,0

Botafogo

Sem clube

Ricardinho

75º

11,9

Londrina

Sem clube

Tuca Guimarães

76º

10,1

Noroeste, Nacional-SP e Boa

Sem clube

Renan Freitas

77º

8,1

Oeste

Oeste

Fórmula de cálculo

São considerados todos os treinadores efetivados no cargo de comando algum clube da Série A ou B do Brasileiro nos últimos 12 meses. Para pontuação, contam todos os torneios oficiais brasileiros, bem como a Recopa Sul-Americana, a Copa Sul-Americana, a Copa Libertadores da América e Mundial de Clubes da Fifa.
São atribuídos pontos variáveis, de acorrdo com a dificuldade do torneio (tabela 1), para vitórias e empates nos jogos em que o treinador comandou a equipe. Também são atribuídos pontos para títulos e objetivos conquistados pelo treinador (tabela 2), sempre respeitando o período dos últimos 12 meses.
Calcula-se a soma total (X) da pontuação e a média de pontos por mês em que o treinador esteve empregado em algum clube (Y). O cálculo final de pontuação (Z) é feito na equação: X + 6Y = Z, o que privilegia o técnico que trabalhou por todo ano, mas também equilibra com aqueles que fizeram bons trabalhos em curto período de tempo.

Pontos

Vitória

Empate

Pontos

Mundial de Clubes

30

9

3

Mundial

25

Libertadores

Libertadores

20

4,5

1,5

Brasileiro

Pré e Fase de Grupos

18

Copa do Brasil

6

3

Oitavas e Quartas

18

Sul-Americana

7,5

2,5

Semi e final

12

Recopa

6

2

Recopa Sul-Americana

10

Série B

Copa do Brasil

10

Estadual*

3

1

Até oitavas

9

Copa do Nordeste

6

2

A partir das quartas

8

Estadual**

7

Sul-Americana

Copa Verde

3

1

Primeiras fases

6

Série C

4,5

1,5

Oitavas e Quartas

6

Estadual***

6

2

Semi e final

3

Série D

3

Estadual****

Estaduais

1

Outros estaduais

1,8

0,6

RJ, SP, MG e RS

12

Libertadores

1,2

0,4

PR, BA, PE, SC, CE e GO

9

Copa do Brasil

0,6

0,2

AL, PA e MA

9

Sul-Americana

0,3

0,1

Outros estaduais

6

Semi Libertadores

3

1

Série A

8

G-4 do Brasileiro

1,8

0,6

Série B

6

G-6 do Brasileiro

1,2

0,4

Série C

5

Acesso à Série A

0,6

0,2

Série D

1,8

0,6

Copa do Nordeste

1,2

0,4

Copa Verde

*RJ e SP **MG e RS ***PR, BA, PE, SC, CE e GO ****AL, PA e MA


f: o globo